Itarareense, que reside no RJ, está em coma após ser agredida por companheiro


A cabeleireira Cristiane Wernek, itarareense que atualmente reside no Rio de Janeiro, está em coma, na UTI do hospital de Irajá, após ser agredida pelo companheiro dentro da residência do casal, no centro do Rio, na última semana.

No dia internacional da mulher, o porteiro Giovani Jefferson de Souza foi preso, no trabalho. Ele é acusado da agressão. Ela sofreu traumatismo craniano e lesões em várias partes do corpo.

Segundo a polícia, Giovani, que pratica luta livre, já tinha sido preso há 8 anos, após espancar uma ex-companheira. Cristiane e Giovani estavam juntos há quatro anos.

Fotos: Reprodução/ Redes Sociais